Valor das parcelas do Seguro Desemprego

Veja aqui no site os documentos necessários para dar entrada no seu seguro desemprego.

De acordo com a lista, um dos documentos solicitados é o seu contracheque, emitido pela empresa. Lembramos que você deve ter os seus três últimos contracheques para poder solicitar o seguro desemprego.

Caso você tenha sido demitido sem justa causa, saiba quanto será a parcela a receber.

Quantidade de Parcelas de Seguro Desemprego

O seguro desemprego é pago para trabalhadores que cumprem os requisitos. O número de parcelas é calculado de acordo com o tempo de trabalho antes da demissão.

1 – Três Parcelas: este será o tempo de recebimento do seguro para quem trabalhou entre seis e onze meses, com Carteira Assinada, nos últimos trinta e seis meses – e não solicitou seguro desemprego neste período.

2 – Quatro Parcelas: este é o valor para quem trabalhou entre doze e vinte e três meses, nos últimos 36 meses, antes de solicitar o benefício.

3 – Cinco Parcelas: valor para quem, nos últimos 36 meses, não fez nenhuma solicitação de seguro desemprego e comprovou vínculo de 24 meses ou mais.

Valor das Parcelas do Seguro Desemprego

Tenha em mãos os últimos três contracheques. Eles são necessários para o cálculo do valor da parcela de seguro desemprego a receber.

Você precisa calcular a média salarial dos três meses antes da dispensa sem justa causa. Essa média é o valor a ser calculado. Veja a tabela para o ano de 2015 do valor do seguro desemprego.

Para quem tem salário médio de até R$ 1.222,77, o valor médio a ser pago é 80% do salário médio. – Multiplica-se por 0,8

Para quem tem salário médio de R$ 1.222,78 até R$ 2.038,15, o valor que exceder os R$ 1.222,77 é multiplicado por 50% (0,5) – e somado ao valor fixo de R$ 978,22

Para quem tem salário médio maior do que R$ 2.038,15, o valor da parcela será invariavelmente R$ 1.385,91

Lembrando que o valor mínimo do benefício a ser pago é o salário mínimo, de R$ 788,00

Sobre o autor: Ricardo Rodrigues

Formado em Engenharia e apaixonado pela área Financeira, Ricardo Rodrigues criou a NValores em Agosto de 2013 com a missão de melhorar a literacia financeira no Brasil. Exerceu funções profissionais inerentes à categoria de Consultor Financeiro na Empresa Maxfinance, nomeadamente assessoria na obtenção de crédito pessoal, crédito consolidado, crédito automóvel, cartões de crédito, crédito hipotecário, leasing, seguros e aplicações financeiras. Desde de 2013 com funções profissionais inerentes à categoria de CEO na RRNValores Unipessoal, Lda, especificamente, gere uma equipa formada por consultores, marketing de conteúdos e programadores que criam, desenvolvem e mantêm uma plataforma com informação e comparação de produtos financeiros gratuita para todos os utilizadores. Email: geral@nvalores.pt