Categorias: Bancos
| On
27/05/2019

Nota Fiscal Paulista e Paulistana: O que é e como resgatar

Na cidade de São Paulo é comum que os comerciantes questionem o consumidor sobre o intuito de colocar o CPF na nota de liquidação da compra.

Isso acontece essencialmente porque o governo liberou um programa de combate à fraude fiscal por parte dos estabelecimentos comerciais.

E assim, com a indicação do CPF os estabelecimentos não podem fugir à fiscalização. E o consumidor, acaba por ser beneficiado. Além de garantir que não há fuga aos impostos, habilitam-se também a ganhar prémios.

É importante ter em mente que existem dois tipos de notas fiscais: a paulista e a paulistana. Se não percebe bem como funcionam, continue lendo.

Quais as diferenças entre a Nota Fiscal Paulista e Nota Fiscal Paulistana?

São muitos os brasileiros que vivem em São Paulo e têm ainda algumas dúvidas relativamente à nota fiscal Paulista e à nota fiscal Paulistana.

Pois bem, saiba desde já que existe uma diferença considerável entre as duas. E, por esse mesmo motivo vamos desde já explicar-lhe as diferenças.

A nota fiscal paulistana é referente ao programa da prefeitura que oferece 100% da utilização de créditos relativamente aos serviços prestados na cidade de São Paulo. Os mesmos, além de permitirem o abatimento do IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano), permitem que o consumidor receba como crédito um valor até 30% do ISS (Imposto Sobre Serviços).

Já a nota fiscal Paulista, é valida para todo o estado de São Paulo e respeita o reembolso dos valores pagos de ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços). Além do depósito da compra, o valor pode ser também utilizado para abater o IPVA (Imposto sobre Propriedades de Veículos Automotores).

Resumidamente a nota fiscal paulista é válida para o estado de São Paulo e respeita somente os valores pagos de ICMS de compra de produtos.

Já a nota fiscal paulista oferece crédito em compras no comércio. E como é que isso funciona? É simples, ao solicitar que o CPF seja colocado na nota fiscal o consumidor garante que uma parte do imposto volta para o seu bolso.

Qualquer uma das opções permite que o consumidor seja beneficiado por meio de resgate de dinheiro ou através de sorteios.

Por isso, é muito importante que você fique de olho nos dois métodos.

Como cadastrar e consultar créditos na Nota Fiscal Paulista?

A partir do momento que você solicita que seu CPF seja colocado na nota fiscal, você se cadastra automaticamente no programa do governo.

Contudo, de modo a poder resgatar os seus créditos ou concorrer ao sorteio, precisa fazer a sua inscrição no site da Secretaria da Fazendo. O cadastro é bastante simples e precisa apenas indicar os seus dados pessoais para que a inscrição seja confirmada.

Quando alcançar o montante mínimo para resgate (R$ 25) poderá resgatar os seus créditos.

Se quiser consultar o seu saldo, só precisa de:

Quando você acessar o sistema poderá ver o seu nome de usuário, o CPF e o saldo que tem disponível.

Saiba que pode ainda verificar quais as compras que já se encontram registadas e quantos créditos é que cada uma delas gerou.

Frisamos apenas que em alguns casos é possível que exista a opção “calcular”. A mesma permite-lhe verificar qual o valor que irá receber de volta.

Nota fiscal Paulistana: Como se cadastrar e consultar o resultado do sorteio

De forma a cadastrar-se e aproveitar todos os benefícios que a nota fiscal paulistana tem para si, só precisa acessar à página do programa Nota do Milhão.

Depois terá de acessar o campo “Acesso ao sistema” na aba lateral da tela. Ao carregar nesse campo você irá ser redirecionado para uma página onde poderá fazer o login.

Se ainda não tiver registado terá de aderir ao “Programa Sua Nota Vale 1 Milhão” para poder concorrer automaticamente ao prémio.

Se você já se encontra registado, é importante que vá mantendo o olho nos sorteios que vão sendo realizados.

Além de poder acessar através de seu notebook, poderá também fazê-lo através dos aplicativos para iOS ou Android.

Frisamos que para conseguir maximizar as suas hipóteses de ganhar, você deve solicitar sempre sua nota fiscal com o número do CPF.

Ricardo Rodrigues

CEO e Fundador da RRNValores Unipessoal, Lda, Ricardo Rodrigues gere uma equipa formada por consultores, criadores de conteúdos e programadores que desenvolvem e mantêm uma plataforma gratuita com informação e comparação de produtos bancários. Formado em Engenharia Civil pelo Instituto Superior de Engenharia de Lisboa (ISEL) e apaixonado pela área Financeira, criou o nvalores.pt em Agosto de 2013 com a missão de garantir uma comparação independente de produtos bancários em Portugal. Exerceu funções de consultor financeiro independente na Empresa Maxfinance, nomeadamente assessoria na obtenção de crédito pessoal, crédito consolidado, crédito automóvel, cartões de crédito, crédito hipotecário, leasing, seguros e aplicações financeiras. Email: geral@nvalores.pt LinkedIn

Este site utiliza cookies.