Comparador de empréstimos online

Compare e encontre o melhor empréstimo online

Outubro 2019

Escolha o valor:123
Escolha o prazo:123
Ordenar por:
Encontrámos empréstimos para a sua simulação
Encontrámos 1 empréstimo para a si
Lamentamos informar, mas não encontrámos resultados para a sua simulação. Por favor volte a tentar.
Mostrar mais

No modelo social atual, não é possível dinamizar a economia e estimular o desenvolvimento sem recorrer a empréstimos. O acesso ao crédito, é atualmente um dos grandes pilares do desenvolvimento da sociedade moderna.

Basta pensar: sem acesso ao crédito, como poderiam as famílias comprar sua habitação própria?

  • Ou até, como poderiam elas comprar um carro?
  • Sem empréstimos, como poderiam surgir novas empresas e novos modelos de negócios?
  • Como se faria para promover o empreendedorismo e a criação de emprego?

Estas perguntas nos conduzem todas à mesma realidade: os empréstimos são essenciais para melhorar nossa qualidade de vida para promover o desenvolvimento social e econômica.

É claro que é fundamental que o acesso ao crédito seja feito dentro dos parâmetros legalmente definidos e de forma racional e informada. Só assim, é possível evitar problemas como o endividamento excessivo.

Voltaremos a esse aspeto mais à frente.

O que é um empréstimo?

Um empréstimo é um contrato celebrado entre um cidadão e uma entidade financeira, que permite que o cidadão tenha acesso a uma determinada quantia monetária.

Essa quantia deve ser devolvida ao banco no prazo estipulado no contrato, acrescida de encargos e juros.

Não existe qualquer imposição legal que obrigue as instituições financeiras a conceder empréstimos, por isso cada empresa estabelece seus próprios critérios para concedê-los.

Contudo, o Conselho Monetário Nacional (CMN) impõe que o cliente deverá ter o direito de pagar seu empréstimo de forma antecipada, beneficiando assim de uma redução nos juros.

As condições para a realização do pagamento antecipado devem estar estipuladas no contrato.

Em todos os empréstimos, as instituições financeiras e os bancos são obrigadas a informar o Custo Efetivo Total (CET) da operação. O CET apresenta o custo total que consumidor terá que suportar, através de uma taxa anual que inclui todas as despesas e encargos.

Olhar para o CET das propostas de empréstimos é a melhor forma de escolher qual é a melhor opção para você.

Tipos e características dos empréstimos

Vamos explicar quatro tipos de empréstimos que você pode solicitar. Estes são alguns dos mais comuns e que você deve conhecer antes de avançar com qualquer pedido de empréstimo.

Empréstimo com imóvel como garantia

Este tipo de empréstimo também é conhecido por refinanciamento de imóvel ou home equity. Neste tipo de empréstimo você usa um imóvel (tem de estar quitado e em seu nome) como a garantia do empréstimo pedido. Desta forma a instituição bancária sente uma segurança total para poder cobrar taxas de juros mais reduzidas e você consegue receber até 60% do valor do imóvel.

Empréstimo com veículo como garantia

o refinanciamento de veículo funciona de forma similar ao refinanciamento de imóvel mas você usa seu veículo como garantia. Adequa-se a quem necessita de valores baixos a médios, podendo receber até 90% do valor comercial de seu carro. As taxas de juros continuam a ser apelativas.

Empréstimo consignado

A garantia deste tipo de financiamento é seu salário e a mensalidade que ficar estabelecida é retirada diretamente de seu salário. Assim, a instituição bancária tem garantia de que as parcelas serão pagas e também apresenta taxas de juros e condições competitivas.

Empréstimos de acesso fácil e rápido

São aqueles empréstimos em que não há lugar a qualquer tipo de garantias e por essa razão todo o processo é mais rápido (não há a necessidade de fazer qualquer tipo de verificação). Como a instituição bancária não tem como se assegurar do cumprimento dos pagamentos mensais acaba por cobrar taxas de juros bem mais elevadas, por forma a minimizar o risco.

Qual a melhor opção de empréstimo?

Podemos afirmar, que os empréstimos que apresentam uma garantia à instituição bancária são opções com condições melhores.

Este tipo de empréstimos são os empréstimos com imóvel ou veículo como garantia, empréstimo consignado e outros similares.

Ao comparar o risco que a instituição bancária corre quando faz um empréstimo com garantia, com um empréstimo sem qualquer tipo de garantia, é fácil de perceber porque é que as condições oferecidas são tão diferentes.

No crédito com garantia, a instituição bancária sabe que caso você falhe o pagamento das mensalidades pode ficar com a garantia que foi apresentada, pelo que consegue reaver o dinheiro emprestado.

Já nos créditos sem garantia não há essa possibilidade, pelo que se você deixar de pagar o empréstimo a instituição bancária fica com um prejuízo equivalente ao valor em falta.

A taxas de juros dos empréstimos são definidas de acordo com o risco que a instituição bancária assume, quanto menor os risco, menores são as taxas de juros e claro que quanto maior for o risco maior serão as taxas de juros.

Assim, é fácil perceber que sempre que for possível fazer uma solicitação de empréstimo com garantia essa é a melhor escolha.

A única desvantagem dos empréstimos com garantia é a demora do processo, podendo ser necessários até 40 dias para que você tenha acesso ao dinheiro. Mas a poupança alcançada faz com que a espera valha a pena.

Sempre que você necessita de dinheiro urgente pode recorrer aos empréstimos sem garantia, mas atenção, procure um empréstimo que não cobre taxas em caso de quitação antecipada. Depois você pode iniciar seu pedido de empréstimo com garantia, por forma a conseguir condições melhores e no dia em que o dinheiro for libertado faz a quitação total do crédito sem garantia.

De notar, que o crédito sem garantia é o único que pode ser feito por pessoas que já tenham tido problemas de pagamentos de outros créditos.

Como descobrir os melhores empréstimos do mercado

Apresentamos 5 dicas que vão ajudar você a encontrar os empréstimos com melhores condições do mercado:

1 – Taxas de juros e condições

Não avance sem antes fazer uma boa pesquisa das taxas de juros e condições que cada instituição oferece.

Para saber facilmente quais as taxas de juros que cada instituição oferece, pode aceder ao site do Banco Central;

2 – Propostas de intermediação

Nunca aceite propostas de intermediação de ninguém.

Algumas pessoas prometem ajudar com todo o processo, garantindo melhores condições de empréstimo e maior rapidez. Mas na verdade, essas pessoas só pretendem lucrar com seu empréstimo.

3 – Dados financeiros

Nunca faculte dados financeiros e bancários a terceiros.

4 – Empréstimo consignado

Tenha cuidado ao optar pelo empréstimo consignado.

Já que esse empréstimo vai afetar uma parte substancial de seus rendimentos mensais, podendo afetar a qualidade de vida de sua família.

5 – Instituições que não estão autorizadas

Não faça qualquer acordo com instituições que não estão autorizadas a operar pelo Banco Central.

Sobre o autor: Ricardo Rodrigues

Formado em Engenharia e apaixonado pela área Financeira, Ricardo Rodrigues criou a NValores em Agosto de 2013 com a missão de melhorar a literacia financeira no Brasil. Exerceu funções profissionais inerentes à categoria de Consultor Financeiro na Empresa Maxfinance, nomeadamente assessoria na obtenção de crédito pessoal, crédito consolidado, crédito automóvel, cartões de crédito, crédito hipotecário, leasing, seguros e aplicações financeiras. Desde de 2013 com funções profissionais inerentes à categoria de CEO na RRNValores Unipessoal, Lda, especificamente, gere uma equipa formada por consultores, marketing de conteúdos e programadores que criam, desenvolvem e mantêm uma plataforma com informação e comparação de produtos financeiros gratuita para todos os utilizadores. Email: geral@nvalores.pt