Crédito rotativo do cartão de crédito – Como funciona

Se você tem, ou vai ter um cartão de crédito deve se informar sobre o que é o crédito rotativo do cartão de crédito e como funciona.

O crédito rotativo do cartão de crédito é usado quando alguém não pretende pagar a totalidade da fatura no momento de seu vencimento, mas pretende realizar esse pagamento em curto prazo.

Utilizar o crédito rotativo é simples, uma vez que basta realizar um pagamento igual ou superior à quantia mínima. Isso vai fazer com que o montante restante em dívida seja lançado para o próximo mês, caindo então com juros.

É sempre melhor usar o crédito rotativo do que não pagar qualquer quantia e incorrer no pagamento de multa e juros de mora. Nesse artigo vamos examinar melhor o que é o crédito rotativo e quais as vantagens e desvantagens de usar esse recurso.

O que é o crédito rotativo?

O crédito rotativo consiste em uma linha de crédito que é disponibilizado a qualquer pessoa física ou jurídica. Esse tipo de crédito tem um limite que é pré-determinado e pode ser usado automaticamente pelo tomador de empréstimo, conforme o mesmo necessitar.

De certa forma, podemos comparar o crédito rotativo ao funcionamento do cheque especial. Enquanto o cheque especial tem vindo a desaparecer do panorama financeiro brasileiro, o crédito rotativo tem vindo a substituir esse recurso como fonte de renda em casos de emergência.

As principais caraterísticas do crédito rotativo são:

  • É feita uma análise antecipada de crédito, por forma a saber se o candidato ao crédito tem possibilidade financeira de proceder ao pagamento da quantia que tiver usado;
  • O tomador do crédito pode usar os fundos até ao limite que foi aprovado no momento de emissão do cartão;
  • Á medida que o tomador vai usando o crédito, a quantia disponível vai aumentando e diminuindo;
  • Esse tipo de crédito pode ser usado de forma repetida;
  • O tomador apenas irá realizar pagamentos com base no valor que usou, devendo pagar juros e possivelmente outras taxas sobre esse valor;
  • O tomador pode realizar o pagamento das quantias usadas em parcelas, devendo sempre respeitar o pagamento mínimo.

Como funciona o crédito rotativo?

No crédito rotativo do cartão de crédito, o montante disponível diminui quando o cliente usa o crédito. Pelo contrário, quando é realizado um pagamento, esse montante disponível volta a aumentar.

Resumindo, seu limite de crédito é reposto quando você procede ao pagamento da quantia em dívida e respetivos juros.

No crédito rotativo, os clientes apenas precisam de proceder ao pagamento de taxas e encargos quando usam recursos.

Como aceder ao crédito rotativo

Para que você possa ter acesso ao crédito rotativo precisa de apresentar um pedido junto de seu banco.

O banco irá proceder a uma análise do seu crédito e especificar qual será o limite de seu cartão.

Para ter acesso ao crédito rotativo, você deve também adquirir um cartão de crédito, relativamente ao qual terá que proceder ao pagamento de uma anuidade.

Perigos e cuidados a ter com o crédito rotativo

Por ser um crédito automático, que pode ser livremente usado pelo tomador (dentro do limite pré-determinado), o crédito rotativo deve ser usado de forma racional e informada.

Quando você optar por realizar o pagamento parcial da sua fatura de cartão de crédito, você está a optar por taxas de juro extremamente elevadas. Se você não controlar devidamente sua utilização do crédito rotativo, rapidamente você poderá entrar numa situação complexa.

A fraca educação financeira de grande parte da população brasileira tem motivado o surgimento de dívidas elevadas, em resultado da má utilização desse recurso.

Idealmente, o crédito rotativo deve ser apenas usado em situações de emergência, quando não existe outra possibilidade. Para outro tipo de situação, você pode recorrer a um empréstimo bancário, um produto onde as taxas de juro são bem mais baixas.

Nossas últimas recomendações

Terminamos este artigo com uma consideração importante. Relembramos que o crédito rotativo deve ser apenas usado em situações limite.

E sempre que usar o cartão, você deve fazer seu planejamento por forma a pagar a totalidade da fatura, para evitar o pagamento de juros elevados.

Se você está realmente a precisar de aceder rapidamente a uma determinada quantia monetária, opte por um empréstimo pessoal, pois dessa forma você vai conseguir juros bem mais baixos.

Siga nossas recomendações e evite se endividar com a utilização incorreta do crédito rotativo do cartão de crédito.

Sobre o autor: Ricardo Rodrigues

Formado em Engenharia e apaixonado pela área Financeira, Ricardo Rodrigues criou a NValores em Agosto de 2013 com a missão de melhorar a literacia financeira no Brasil. Exerceu funções profissionais inerentes à categoria de Consultor Financeiro na Empresa Maxfinance, nomeadamente assessoria na obtenção de crédito pessoal, crédito consolidado, crédito automóvel, cartões de crédito, crédito hipotecário, leasing, seguros e aplicações financeiras. Desde de 2013 com funções profissionais inerentes à categoria de CEO na RRNValores Unipessoal, Lda, especificamente, gere uma equipa formada por consultores, marketing de conteúdos e programadores que criam, desenvolvem e mantêm uma plataforma com informação e comparação de produtos financeiros gratuita para todos os utilizadores. Email: geral@nvalores.pt