Categorias: Cartões

Como funciona o cartão de crédito consignado?

O NValores irá explicar, neste artigo, como funciona o Cartão de Crédito Consignado, já que muitas pessoas no Brasil tem se utilizado dessa modalidade de Crédito para fazer compras e aquisições, pela reduzida burocracia na análise de crédito.

O que é o Crédito Consignado?

Crédito Consignado é uma modalidade de empréstimo que tem por garantia o seu salário, seja como servidor público, empregado de empresa privada, ou aposentado e pensionista do INSS.

O empréstimo é cedido pelo banco, e as parcelas, que serão de no máximo 30% da renda líquida mensal, são descontadas diretamente no contracheque do devedor. Aqui no NValores já temos uma lista de artigos sobre empréstimos, confira.

O que é o Cartão de Crédito Consignado?

O Cartão de Crédito Consignado é uma modalidade de empréstimo consignado, porém com algumas características diferentes.

Ao contrário do Empréstimo Consignado, o Cartão de Crédito Consignado não oferece um valor a ser emprestado – para pagamento de dívidas ou aquisição de bens.
O Banco ou Instituição Financeira irá fornecer a você um Crédito Rotativo no Cartão de Crédito, para que você utilize com compras, podendo inclusive fazer saques.

O empréstimo consignado tem as parcelas deduzidas, em até 30% da renda líquida mensal, diretamente no contracheque.
Já o Cartão de Crédito Consignado tem um limite menor, de 10% da sua renda líquida mensal, tanto para servidores públicos quanto para aposentados e pensionistas do INSS.

Ou seja, você não gastando nada, não terá nenhum valor debitado em seu contracheque. Mas, se gastar, terá até 10% da sua renda líquida mensal debitada em seu contracheque. O restante da fatura, caso não seja pago na data de vencimento, irá ser refinanciado, com cobrança de juros.

Pagamento Mínimo de Cartão de Crédito Consignado

O Cartão de Crédito Consignado é oferecido pelos bancos, a um público alvo específico, que são os servidores públicos e os aposentados e pensionistas do INSS.

O Banco irá, no caso do Cartão de Crédito Consignado, calcular o Limite de Crédito com base no comprometimento de 10% da renda mensal como pagamento mínimo.

Isso quer dizer que, geralmente, o limite de crédito oferecido, hoje em dia, será um igual ou um pouco maior que o seu rendimento bruto mensal.

Quando você efetua compras e saques, existem três alternativas que podem ocorrer, e você como cliente, deverá ficar atento a elas.

1 – Compras abaixo do limite de 10% da renda mensal consignada

Neste caso, o desconto em seu contracheque será exatamente no valor das compras que foram efetuadas naquele mês. Por exemplo, se o seu limite de 10% da renda mensal é de R$ 200,00, mas naquele mês você só gastou R$ 100,00, somente os R$ 100,00 serão cobrados em seu contracheque.

2 – Compras acima do limite de 10% da renda mensal consignada

Neste caso, o seu contracheque será debitado em 10% da renda mensal, para o pagamento da fatura, independente se a compra atingiu todo o limite de crédito ou não. Por exemplo, se o seu limite de crédito é de R$ 2.000,00 e o limite de 10% da sua renda líquida consignada é de R$ 200,00, tanto faz se você comprou R$ 250,00 ou R$ 2.000,00, sempre será debitado de seu contracheque o valor consignado de R$ 200,00.

3 – Existência de débitos em faturas anteriores

O cartão de Crédito Consignado considera o pagamento mínimo de 10% da renda mensal líquida. Os bancos e instituições financeiras sempre recomendam que, na data de vencimento da fatura, você realize o pagamento total do Cartão de Crédito. Tomando o exemplo anterior, se o seu limite consignado de 10% é de R$ 200,00, mas a fatura veio com o valor de R$ 250,00, você deverá complementar na data de vencimento os R$ 50,00 restantes, através de boleto bancário.

Caso não seja feito isso, o Banco irá cobrar juros por utilização do limite rotativo do cartão de crédito, acrescentando em sua próxima fatura a cobrança destes juros.

Taxas de Juros

As taxas de juros mensais do Cartão de Crédito Consignado são menores que as cobradas pelos bancos e instituições financeiras com Cartões de Crédito comuns.

Enquanto os bancos trabalham com taxas em torno de 13% ao mês, e as financeiras (cartão de loja) trabalham com taxas de juros em torno de 16% ao mês, a taxa do Cartão de Crédito Consignado, na média, é em torno de 6% ao mês.

Porém, como há o comprometimento de uma renda mensal, descontada diretamente no contracheque, devemos comparar com as taxas de juros do empréstimo consignado, que são de 2 a 2,5% ao mês, nos principais bancos. Ou seja, é uma modalidade de cartão, não uma modalidade de crédito pessoal.

Como usar?

Se você tem dívidas com juros maiores, como por exemplo outros cartões de crédito e despesas já protestadas, o ideal é procurar a possibilidade de um empréstimo pessoal, empréstimo com garantia em imóvel ou empréstimo consignado. Assim, você terá parcelas fixas e juros menores.

O Objetivo do Cartão de Crédito Consignado é oferecer uma maneira, sem burocracia, e com facilidades de pagamento, para servidores públicos, aposentados e pensionistas do INSS, de conseguir um cartão de crédito. Como não é um empréstimo, não deve ser utilizado como tal, por conta dos juros, que também são altos.

Mais Informações

Você poderá adquirir informações sobre Cartão de Crédito Consignado, e demais informações financeiras e de crédito pessoal em mais artigos, aqui no portal NValores.

Ricardo Rodrigues

CEO e Fundador da RRNValores Unipessoal, Lda, Ricardo Rodrigues gere uma equipa formada por consultores, criadores de conteúdos e programadores que desenvolvem e mantêm uma plataforma gratuita com informação e comparação de produtos bancários. Formado em Engenharia Civil pelo Instituto Superior de Engenharia de Lisboa (ISEL) e apaixonado pela área Financeira, criou o nvalores.pt em Agosto de 2013 com a missão de garantir uma comparação independente de produtos bancários em Portugal. Exerceu funções de consultor financeiro independente na Empresa Maxfinance, nomeadamente assessoria na obtenção de crédito pessoal, crédito consolidado, crédito automóvel, cartões de crédito, crédito hipotecário, leasing, seguros e aplicações financeiras. Email: geral@nvalores.pt LinkedIn

Este site utiliza cookies.